Você sabe o que quer dizer Ágape?

É uma palavra que vem do grego, e quer dizer amor. É um termo grego usado para descrever o amor em sua mais alta e sublime acepção. Neste caso é o amor que não se preocupa em receber, apenas em dar. Tornamo-nos objetos desse amor independentemente de nossos méritos e obras. Este amor é mútuo entre Deus e Cristo (Jo. 15:10; 17:26). É o amor de Deus e Cristo para com os homens (Rom. 5:8), chamado de amor sacrificial. É a essência de Deus (I Jo. 4:8,16).

O Ágape, em suma, é o amor que só Deus pode dispensar-nos. É com este tipo de amor que devemos amar-nos uns aos outros: “Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros” (Jo. 13:34).

Ágape também foi um tipo de refeição repartida entre os cristãos primitivos, chamada de “Festa do Ágape”. Era uma festa de amor que eram celebradas junto com a Ceia do Senhor de forma comunitária na igreja primitiva (Jd;. 12; II Pd. 2:13). Estas festas eram um testemunho da nova fraternidade, nas quais ricos e pobres se reuniam.

A refeição do Ágape era tomada e logo após servia-se a Ceia. Com o passar do tempo houveram algumas desordens nas festas de amor, onde alguns falsos irmãos se embriagavam no ambiente. Neste banquete, serviam-se pão e vinho, legumes e sal, peixe e carnes, aves e queijo, leite e mel. Nas igrejas orientais e ortodoxas, o rito ainda é observado.

Para mais detalhes sobre a Festa do Ágape, clique aqui.

Fonte:
ANDRADE, Claudionor C. Dicionário Teológico: Um Suplemento Biográfico dos Grandes Teólogos e Pensadores. 9ª Ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2000.

DAVIDSON, F. O Novo Comentário da
Bíblia
. 3ª Ed. São Paulo: Ed. Vida Nova, 1990.

KEENER, Craig S. Comentário Bíblico Atos. Novo Testamento: 1ª ed. Belo Horizonte: Editora Atos, 2004.
GINGRICH, F. Wilbur; DANKER, Frederic W. Léxico do Novo Testamento: Grego/Português. 1ª Ed. São Paulo. Vida Nova, 1984.