Quais são os temas mais utilizados para a pregação

2 Likes Comentário

Quais são os temas mais utilizados para a pregação
 
Quando a Igreja começou a mensagem pregada girava sempre em torno da salvação em Cristo Jesus. Com o decorrer do tempo surgiu a necessidade de uma melhor orientação aos cristãos, visando o crescimento e a maturidade espiritual dos mesmos. Dentro dessa nova realidade podemos identificar os “quatro grandes temas da pregação”:
a) Salvação:

Todos pecaram:

Romanos 3:23 – Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;

Só Jesus pode redimir o pecador.

Romanos 3:24 – Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.
O tema da salvação é dividido em duas partes: a primeira parte fala da conscientização de que todos pecaram, as consequências do pecado e a incapacidade do homem em redimir-se do pecado. A segunda parte mostra que a única solução para o problema do pecado é Jesus. Somente Ele pode redimir os homens de seus pecados e fazer com que experimentem o Novo Nascimento.
b) Reconciliação:
Romanos 5:11 – E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação.
Reconciliar é restaurar a comunhão ou, em outras palavras, fazer as pazes. O segundo grande tema da pregação trata da reconciliação do homem com Deus e do homem com o homem. Quando nos reconciliamos com Deus tornamo-nos responsáveis pelo ministério de reconciliar os pecadores com Deus.
c) Santificação:
Hebreus 12:14 – Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;
Santificar é separar do uso secular ou profano e dedicar ao serviço santo. O terceiro grande tema da pregação é justamente sobre a santificação. Dentro do tema da santificação vamos encontrar a Palavra de Deus como o nossa regra de fé e conduta, pois nos revela o pecado e, principalmente, qual a maneira que Deus quer que nos conduzamos nesta vida. Outro desdobramento do tema é a importância da ajuda do Espírito Santo na santificação do crente.
d) Esperança:
Romanos 5:5 – E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
A esperança no regresso do Senhor Jesus tinha uma importância muito grande na Igreja Primitiva, pois dava aos cristãos a disposição necessária para que estes fizessem o serviço santo e enfrentassem as duras perseguições a que eram submetidos. O tema da esperança pode ser abordado sob o prisma da urgência em trabalhar para o Senhor, da santidade que devemos manter para participarmos do arrebatamento da igreja e a recompensa aos que servirem ao Senhor de coração puro e forem fiéis até o fim (julgamento e galardão).
Fonte da matéria: anhanguera

Sobre o autor: Julio Fonseca

Olá, Graça e Paz! Sou o Pastor Júlio Fonseca, utilizo deste meio de comunicação para levar a palavra de Deus para compartilhar a palavra de Deus com todos que desejarem, com amor, dedicação e felicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *